Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

5 dicas para reduzir custos em Condomínios Corporativos

man-money

Um dos maiores desafios da gestão de um condomínio corporativo é reduzir custos. As atividades diárias de um complexo sempre foram desafiadoras, mas com o novo cenário surgido com a pandemia gestores prediais, facilities e administradoras precisam adequar rapidamente suas operações e empreendimentos a fim de reduzir ao máximos seus custos.

Com um período de isolamento social mais longo do que o esperado e a demora de retorno ao trabalho presencial, cresce a taxa de vacância e de inadimplência nos escritórios, o que sugere um cenário nada animador para os próximos meses.

Nesse caso, o que os gestores de condomínios podem fazer para diminuir seus custos?

Nesta matéria a C4i Inteligência em Segurança irá revelar o que tem dado certo para os seus clientes, que tem usado tecnologias e serviços disruptivos, gerando fortes reduções nos custos da segurança e da operação.

1 – ELIMINAR A CENTRAL DE MONITORAMENTO INTERNA

Manter funcionários observando câmeras já é cientificamente comprovado não ser uma estratégia eficiente.

A C4i realiza o monitoramento preventivo e proativo de forma remota, por meio de tecnologias de ponta que permitem atuar para evitar riscos. Conectando câmeras já existentes à sua plataforma própria de inteligência, algoritmos analisam continuamente as imagens e geram alertas quando algum risco potencial é detectado.

Ao implantar essa solução, o condomínio se torna mais eficiente, mais seguro e ainda reduz custos, pois elimina sua central de monitoramento interna e passa a contar com uma equipe de analistas treinados que atuam 24 horas por dia e 7 dias por semana em uma central externa.

Saiba mais sobre o Monitoramento Inteligente MAIS: www.c4i.com.br/mais-condominio

2 – TRANSFORMAR CÂMERAS JÁ EXISTENTES EM INTELIGENTES

É possível transformar a estrutura de câmeras já existente no condomínio corporativo em uma operação mais eficiente, com sistema inteligente embarcado nas soluções. As câmeras podem deixar de serem passivas e gerarem alertas antecipados, seja para segurança ou para a operação. A câmera de um elevador, por exemplo, pode ser capaz de identificar se uma pessoa está usando elevador social para transportar caixas ao invés do elevador de serviços ou ainda alertar quando alguém estiver preso.

A C4i aproveita toda a estrutura de segurança eletrônica já implantada no local, adiciona inteligência e a tecnologia MAIS e entrega um serviço personalizado de acordo com as demandas de cada unidade monitorada.

3 – OTIMIZAR A ESTRUTURA PATRIMONIAL

À medida que as câmeras do condomínio ganham inteligência, atividades executadas por vigilantes, como rondas, podem ser substituídas por rondas virtuais. As câmeras não se cansam e sempre estão “acordadas”, podendo identificar com precisão e assertividade situações que precisam de uma ação local efetiva.

Vale lembrar que mesmo com alertas eficientes, a atuação local é imprescindível. As empresas de vigilância são um elemento importante em um projeto de segurança, e a C4i atua em conjunto com as empresas de segurança patrimonial.

A solução de Rondas Virtuais da C4i é feita por um analista de segurança, que visualiza cada uma das câmeras na busca por ações suspeitas e desvios de conduta ou procedimento que são definidos no projeto de segurança.

4 – AUTOMATIZAR A RECEPÇÃO

Devido a pandemia mundial do novo coronavírus, eliminar as filas de espera na recepção e o contato físico entre recepcionista e visitante é uma tarefa primordial. Biometria digital ou cartões que passam de mão em mão não são mais uma boa opção.

Por isso, a C4i criou o C4iPass, um assistente virtual via WhatsApp que simplifica todo o processo de credenciamento e liberação de entrada para portarias e recepções. O anfitrião gera um convite inserindo data, horário e descrição da visita, e informa o número de WhatsApp do visitante; o visitante recebe uma mensagem e confirma o agendamento, preenchendo um pré-cadastro no qual insere seus dados e uma selfie orientado por uma conversa automatizada; na data da visita, o convidado envia uma mensagem “cheguei” à assistente virtual, que no mesmo momento avisa o anfitrião (também em seu WhatsApp) que o visitante chegou e pergunta se pode liberar seu acesso, enviando um QR Code ou autorizando o reconhecimento facial. Todo o processo é feito via smartphone, sem a necessidade de contato ou proximidade com ninguém.

O autosserviço por WhatsApp se integra ao sistema de controle de acesso já existente, e gera mais segurança e conveniência para todas as partes. Para saber mais sobre a solução, acesse: www.c4i.com.br/pass.

5 – UTILIZAR CONSULTORIA ESPECIALIZADA PARA O EMPREENDIMENTO

Contratar um consultor especializado para uma avaliação macro do empreendimento poderá ajudar na identificação de gastos extras que podem ser reduzidos ou eliminados.

Além disso, um especialista poderá tornar a operação mais eficiente e menos suscetível a conluios e quebras das regras dos processos.

A C4i apoia e recomenda que as empresas contratem consultores de segurança. O especialista poderá analisar o edifício e orientar o condomínio para oportunidades de redução de custos em diversas áreas, além das já citadas acima.

Quer saber mais sobre como serviços que podem ajudar o seu condomínio corporativo a reduzir custos e ganhar eficiência? Converse com a C4i Inteligência em Segurança: www.c4i.com.br