Falta de cultura de prevenção no Brasil e suas consequências

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Hand,Stopping,Wooden,Block,Domino.,Concept,Prevent,And,Solution.

O Brasil ocupa a 11ª posição de países mais inseguros do mundo, segundo o índice da ONG americana Social Progress Imperative. Também é o local onde a população mais teme a violência, de acordo com o Global Peace Index (GPI) de 2021. A pesquisa, elaborada pelo Instituto para Economia e Paz, mostra que 83% dos brasileiros receiam ser vítimas de um crime e que o Brasil é o terceiro país menos pacífico na América do Sul.

Se estamos expostos e sofremos com os elevados números de crimes, porque ainda temos a mentalidade de “deixar acontecer primeiro e depois correr atrás do prejuízo”?

Mesmo que ainda estejamos ausentes em relação à cultura de prevenção, o mercado de segurança tem avançado nessa direção, oferecendo soluções e serviços destinados a proteger pessoas, empresas e ativos. São milhões investidos todos os anos em pesquisa e desenvolvimento para desenvolver produtos que sejam capazes de lidar com potenciais riscos antes que eles aconteçam.

“O Brasil precisa urgentemente mudar a sua mentalidade e começar a pensar com uma cabeça de prevenção. Essa ideia de correr atrás depois que já aconteceu nunca funcionou e nunca vai funcionar, e isso tem acarretado cada vez mais em perdas materiais e emocionais. Já temos recursos suficientes disponíveis no mercado para agir de modo preventivo e não reativo”, explicou Alexandre Chaves, CEO da C4i – Inteligência em Segurança.

Um dos maiores roubos de bicicletas da história do Brasil

No último feriado nacional (dia 07 de setembro) uma loja de bicicletas de alto valor agregado em São Paulo teve mais de 50 bikes furtadas, além de ferramentas, roupas, capacetes e relógios, resultando em um prejuízo milionário. Os ladrões ainda levaram as câmeras de monitoramento e o sistema de gravação.

“[Um roubo] dessa dimensão não me lembro de nenhuma loja de bike no Brasil que eu conheço. Já tiveram alguns furtos, 10, 6 bikes, roubo de equipamento eletrônico, mas dessa dimensão eu nunca tinha ouvido falar assim. Por isso, nosso seguro não era de 100%, [porque] para esvaziar uma loja não é tão fácil assim. Então, realmente foi um trabalho planejado, a gente imagina, né?”, disse o proprietário da loja, Bruno Soares, em entrevista para o G1.

Analisando esse triste crime, conseguimos entender a importância de agir preventivamente. Um sistema de monitoramento tradicional não foi capaz de impedir a ação dos bandidos, que ao final do roubo ainda levaram a única fonte de evidência do crime.

“Para um assalto como esse ser possível, os criminosos precisaram estacionar na frente da loja um veículo com capacidade de carregamento, como uma van ou um caminhão, e ainda ficaram muito tempo na local, afinal foram mais de 50 bikes carregadas, entre produtos novos e de clientes, e diversos outros acessórios”, falou Alexandre. “Caso a empresa tivesse um sistema de proteção preventiva, no momento que o veículo parasse na frente da loja, o sistema já dispararia um alarme para o analista na central de monitoramento alertando que algo fora do padrão está acontecendo naquele local”, disse Alexandre.

Como funciona um sistema de segurança preventivo

Um Monitoramento Inteligente é baseado em segurança preventiva. Por meio de tecnologias avançadas, como Inteligência Artificial e Deep Learning, a solução consegue identificar comportamentos anormais e assim alertar o analista que está na central de monitoramento sobre o início de uma possível ação criminosa.

Dessa forma, se uma pessoa está parada em frente a uma vitrine de uma loja por um período superior ao predeterminado pela empresa, por exemplo, o especialista já consegue ter uma visão de tudo o que está acontecendo e acionar as autoridades.

“O objetivo do Monitoramento Inteligente é identificar antecipadamente uma ocorrência, assim temos tempo para agir. No caso da loja de bicicleta, poderíamos colocar um holofote e uma sirene, e assim que eles estivessem em frente a loja, um grande barulho e luzes começariam a frustrar a ação dos criminosos. Ao mesmo tempo, a polícia já seria acionada para ir ao local e interromper o assalto. Com um sistema de segurança preventivo seria praticamente impossível esses bandidos terem levado toda a loja como infelizmente aconteceu”, explicou Alexandre.

A C4i é uma empresa especializada em Inteligência em Segurança, que oferece solução para monitoramento preventivo e proativo para empresas, residências, indústrias, condomínios, entre outros. Se quiser saber mais sobre o Monitoramento Inteligente e como aplicar em seu projeto de segurança, visite o site da C4i: www.c4i.com.br ou entre em contato via WhatsApp (11) 9 8858-9233.

Quer aprender mais sobre como funciona o monitoramento inteligente?