Importância de uma estratégia proativa para a segurança física

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Computer security system icons background vector

Como a implementação de novas tecnologias leva a uma abordagem de segurança mais inteligente

Nos últimos anos o mundo mudou completamente os conceitos de segurança e tecnologia. As empresas e indústrias não instalam mais apenas câmeras de vigilância e dispositivos de segurança física, elas exigem muito mais do que isso para se manterem preparadas. As notícias atuais são evidências de como os tempos estão mudando, com manchetes anunciando o crescimento de ameaças, que vão desde ataques cibernéticos até crimes organizados.

Reagir a uma ocorrência que já aconteceu costumava ser a única opção. Mas agora, com as organizações enfrentando um novo paradigma de risco que abrange ameaças físicas e cibernéticas, o nível de inteligência necessário para estar totalmente preparado aumentou.  Essa expansão levou a um tipo novo e mais inteligente de abordagem de segurança – proativa em vez de reativa.

Em uma loja de varejo, banco, hospital ou mesmo em um site online, no minuto em que um incidente de segurança começa, os funcionários não têm tempo a perder. Uma pequena violação pode rapidamente levar a uma interrupção maior, afetando a marca e as operações da instituição. Em vez de gastar um tempo valioso tentando mitigar o incidente, a tendência mira em direção a uma abordagem proativa, que permite que as equipes de segurança identifiquem um evento antes que ele ocorra ou respondam mais rapidamente a um que já começou.

A chave para ser proativo é o conhecimento – quanto mais dados coletados, maior a probabilidade de reconhecer uma vulnerabilidade. As empresas devem ir além da simples utilização de vigilância por vídeo para segurança para atingir esse nível de percepção. Ferramentas como gravadores de vídeo em rede, câmeras IP, análises integradas, nuvem e poderosos recursos de notificação podem ser usados ​​de forma coerente para criar um sistema de segurança abrangente, desde a captura de informações dentro e fora de uma instalação até a realização de investigações.

A NUVEM

O potencial da nuvem é quase ilimitado. À medida que a largura de banda (bandwidth) continua a expandir e o custo da computação em nuvem e do armazenamento segue caindo, as empresas são apresentadas a novos níveis de flexibilidade. Dentro dessa estrutura, eles podem escolher a arquitetura que melhor atende às suas necessidades, seja uma solução totalmente no local, uma solução totalmente habilitada para nuvem ou uma estrutura híbrida.

A capacidade de múltiplas localizações geográficas acessarem todos os dados de uma organização em uma plataforma unificada melhora significativamente as operações e agiliza os processos. A nuvem é resiliente e escalonável, e quando se trata de abordar e identificar ameaças à segurança, a nuvem permite que as instituições compartilhem inteligência em tempo real, mitiguem riscos e garantam uma resposta eficiente. Ao combinar a nuvem com outras tendências, como análise de Big Data, aprendizado profundo e Internet das Coisas (IoT), as organizações podem elevar muito sua capacidade de olhar para a segurança de maneira proativa.

ANALÍTICOS E DEEP LEARNING

O aprendizado profundo está sendo adotado em todas as áreas como um novo método de obtenção de inteligência em uma série de operações de negócios, de segurança a marketing, entretenimento e bancos. As organizações podem combinar recursos analíticos e aprendizado profundo com a nuvem para avançar em direção a uma abordagem de segurança proativa.

As soluções com analíticos integrados podem aproveitar a inteligência artificial para aprimorar os recursos de monitoramento, relatório e investigação, identificando automaticamente possíveis violações e eventos. Quando combinado com a nuvem, o compartilhamento de informações torna-se instantâneo, reduzindo o tempo de uma investigação, por exemplo.

RESULTADO FINAL

Com o cenário de risco em constante evolução, o sistema de segurança de uma empresa precisa estar preparado para os criminosos modernos. As organizações empresariais de hoje simplesmente não podem arcar com as consequências de fraquezas ou vulnerabilidades em uma rede ou estratégia de segurança.

A verdadeira chave para uma abordagem de segurança proativa é o conhecimento. Quanto mais informações as partes interessadas tiverem, mais preparados estarão para responder aos eventos de segurança e, eventualmente, o sistema de segurança será capaz de fazer previsões.

A tecnologia é uma ferramenta que diminui a carga de responder a eventos de segurança. Cabe aos usuários finais implantar a solução que faz mais sentido para eles.

A C4i é uma empresa especializada em Inteligência em Segurança, que oferece solução para um monitoramento preventivo e proativo da operação, tanto para o mercado corporativo como o residencial.  

Se quiser saber mais sobre o assunto e como aplicar em seu projeto de segurança, visite o site da C4i: www.c4i.com.br ou entre em contato via WhatsApp (11) 9 8858-9233.

Quer aprender mais sobre como funciona o monitoramento inteligente?