Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

C4i & Núcleo do Conhecimento promovendo mais capacitação ao mercado de segurança

A C4i participou e patrocinou o Curso: Gerenciamento integrado de riscos na segurança corporativa, realizado pelo Núcleo do Conhecimento, anteontem, dia 07 de agosto. Estiveram presentes, gestores de segurança de empresas renomadas como Magazine Luiza, HStern, Sabesp, Atento, Heineken e muitas outras.


Ministrado pelo Prof. Tácito Leite, o curso visou capacitar profissionais de segurança em temas relevantes e avançados de gestão de riscos integrados em organizações privadas e públicas, preparando-os para assumir posições estratégicas e de destaque em suas organizações.

Dinâmico, o curso propiciou o debate de ideias, a troca de experiências e conhecimentos entre os participantes, construindo redes de relacionamentos e condições para alavancagem de projetos profissionais e pessoais.

O treinamento também teve o objetivo de desenvolver o pensamento crítico e a capacidade analítica na tomada de decisões e resolução de problemas do dia a dia de suas organizações.  Afinal, o conhecimento dos riscos aos quais o negócio está exposto é o ponto de partida para a proteção efetiva e garantia de continuidade de uma organização. Na atualidade, os novos empreendimentos quando concebidos em harmonia com as práticas de gestão de riscos, têm suas ameaças e vulnerabilidades monitoradas e sob controle, além de possíveis impactos e probabilidades minimizados. Para administrar riscos inerentes ao negócio, controles de segurança, sejam eles humanos, técnicos ou processos, se fazem necessários. As atividades de identificação, análise e avaliação dos riscos são fundamentais para dimensionar os controles necessários e conseguir defini-los corretamente.

Durante a exposição dos temas, o CEO da C4i, Alexandre Chaves pôde apresentar o Case de uma instituição de ensino superior, em que o monitoramento de imagens ajudou a aumentar a eficácia da segurança e a diminuir os custos, ajudando o gestor a administrar melhor os riscos mitigando-os. “Em pouco tempo, o gestor da instituição comprovou que o nível do serviço oferecido supria as necessidades, superando as expectativas, com uma redução significativa de custos, nesse caso”, explicou Chaves.